Núcleo de Pesquisa e Extensão sobre Políticas Públicas, Espaços Públicos e Serviço Social

O NUPPESS articula pesquisas e projetos de extensão que transitam entre as particularidades históricas que atravessam o debate sobre a questão social na atualidade e que se expressam em diferentes esferas de políticas setoriais: da criança e do adolescente, do idoso, da assistência, orçamento participativo, saúde, etc. Busca compreender as novas formas de gestão que emergem no cenário contemporâneo brasileiro, sobretudo no que se refere a experiências descentralizadoras e participativas. Estes estudos integram-se a compreensão de processos macro societários que atravessam as relações sociais em uma sociedade historicamente particular. Entende-se Espaços Públicos como arenas onde diferentes projetos societários estão em luta, na busca de hegemonia. As repercussões deste Núcleo ocorrem em duas dimensões: um no interior da academia e outro na relação com a sociedade.

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Movimentos Sociais: participação dos idosos

Movimentos Sociais: participação dos idosos
Autor: Profº Drº Serafim Fortes Paz

Fonte da Foto: web
Trecho do artigo
A organização dos idosos se dá motivada a partir da denúncia das mazelas da velhice brasileira, inicialmente numa espécie de “reflexo” de um movimento mais intenso e unificado que se realizava ao final dos anos 80 e início dos 90; a dos trabalhadores-aposentados brasileiros. O movimento dos aposentados, embora organizado há mais tempo, era de pouca visibilidade, até então. Porém, surpreendeu e rouba a cena, em especial na mídia. É através da mídia, que o idoso se torna visível, pois ao mesmo tempo em que se noticiava sobre o aposentado, estampava a imagem dos homens/mulheres de cabelos brancos associando a aposentadoria à velhice.
O cenário de luta do movimento dos aposentados tem um processo distinto, gradativo e trajetórias diferentes, a partir dos seus atores – protagonistas – aposentados e pensionistas da previdência social, só eclodiu no final dos 80. A ação dos personagens centrais – hoje aposentados – tem início na década de 30/50, à época, na condição de trabalhadores. Suas atividades/lutas restringiam-se às questões específicas por categorias profissionais; ou seja, conforme as demandas e particularidades de cada categoria.


Nenhum comentário:

Violência contra Idosos

Loading...

Educação Infantil

Loading...

Políticas Públicas e Espaços Públicos

Loading...